Doze hambúrgueres para quarenta torneiras de chope artesanal: os motivos para visitar o São Paulo Ta


Por que ir: aberto em 2015, o São Paulo Tap House ocupa um sobrado pintado de laranja com uma convidativa varanda na Rua Girassol, na Vila Madalena. Chama atenção pela parede com quarenta torneiras de chope, das quais jorram apenas marcas artesanais nacionais, e a lista de doze hambúrgueres, que não devem nada aos de lanchonetes badaladas. Seis deles, aliás, foram incorporados há pouco no cardápio e servem de ótimo pretexto para voltar ao endereço.

Os chopes são listados em televisões suspensas e ocupam duas páginas do cardápio. Na dúvida, informe seu estilo preferido e acate as sugestões dos garçons sem medo. Ou peça uma provinha antes de bater o martelo. É do jogo, ninguém vai te olhar feio.

Ideal para: bater papo com um amigo - ir sozinho - comemorar aniversário - levar amigo gringo - grupos de amigos

Leia também:

O tradicionalíssimo bar Léo agora dispõe de uma filial na Vila Madalena

Pizzaria Ella, no Jardim Botânico carioca, passa a abrir também no almoço

Mississippi Pizza Bar, na Vila Madalena: redondas no estilo romano, drinks e blues

Dica: não está para cerveja? Prove um dos drinks da casa, a exemplo do que leva Campari, vermute e Witbier (R$ 23), quase um negroni.

Fotos: divulgação

Melhores petiscos: a batata que leva o nome do bar encanta por ser frita com a casca e chegar à mesa salpicada de bacon, bastante queijo derretido e cheiro verde (R$ 29). O dadinho de tapioca é preparado com queijo de coalho e servido com geleia de pimenta (R$ 24). Já a coxinha de galinha é acompanhada de maionese de pimenta e também costuma render elogios (R$ 29).

Melhores pratos: vale investir nos hambúrgueres novos. O disco voador é um deles. Feito com um disco de 140 gramas de bacon misturado a corte bovino, leva ainda um disco de tapioca, queijo de coalho e geleia de pimenta com abacaxi (R$ 26). Com o mesmo disco, o baconmaníaco é outra boa novidade e ganha queijo, bacon strips, picles e maionese de bacon (R$ 29).

Sucesso há tempos, o canastrão é feito com queijo da Serra da Canastra meia cura, bacon strips, tomate, rúcula e cebola roxa (R$ 33).

Para quem não está no clima de hambúrguer, há pratos como picadinho de filé mignon salteado na cerveja e servido com arroz, farofa e ovo frito (R$ 42).

O que beber: das quarenta torneiras jorram apenas rótulos artesanais nacionais. As opções variam a cada visita. Torça para estar disponível o imperial stout da Maniacs (R$ 13, o copo pequeno, R$ 24, o grande); o session ipa Venice Beach, da Dádiva (R$ 11/R$ 21); e o IPA Quinta do Malte Mamba (R$ 9/R$ 16).

Sobremesa que vale as calorias: brownie de chocolate e nozes com sorvete de creme (R$ 18).

Para pagar menos: toda terça há chope em dobro (a marca eleita é definida no dia). As chamadas "noites do litrão" ocorrem às quartas, quando a casa empresta seus growlers para quem quiser pedir 1 litro de chope e consumir na mesa (esse volume, mais em conta, geralmente só é vendido para viagem).

Onde fica: Rua Girassol, 340, Vila Madalena, São Paulo.

Horário de funcionamento: terça a quinta 18h/0h30; sexta 12h/1h30; sábado 12h/1h30; domingo 12h/22h30.

Site e telefone: facebook.com/sptaphouse (11) 3530-6602.

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!