Especializado em cortes dry aged, o Cór Gastronomia, no Alto de Pinheiros, passa a servir também rec

Por que ir: instalado num grande imóvel no Alto de Pinheiros, o Cór Gastronomia provavelmente vai te deixar mais chato na hora de comer carne. Quem idealizou o cardápio do restaurante foi o chef peruano Renzo Garibaldi, conhecido por dominar a técnica de maturação de carnes a seco.

Batizados de dry aged, os cortes que resultam desse processo, com duração de até sessenta dias, quase não retêm água e costumam ser bem mais saborosos. Sim, depois de visitar o Cór você talvez não se contente mais com a fraldinha tostada preparada por aquele seu primo.

Para celebrar o primeiro ano de vida, o restaurante inaugurou uma área para pequenos eventos e cursos e incluiu no cardápio algumas pedidas mais leves.

Ideal para: levar os pais - bater papo com um amigo - grupos de amigos

Leia também:

Câmara Fria aposta em chopps da Wäls, pizza da Brás e coxinha do Original

Cinco razões para gastar no bar Frank sem culpa

Rooftop Seen é o bar com a melhor vista de SP?

Dica: ligue antes de ir para saber quais cortes dry aged estão disponíveis. Os maturados por sessenta dias ou mais são bem mais saborosos que os de catorze dias.

Fotos: divulgação

Melhores entradas: asinhas crocantes ao molho barbecue (R$ 25) e bolinhos de tapioca com queijo acompanhados de ketchup de banana picante (R$ 22).

Entre as novidades, destaque para a croqueta de alheira com maionese de salsinha e mostarda fermentada (R$ 31) e para o polvo grelhado com tomates tostados, mel, ervas, purê de agrião, vinagrete e capuchinha.

Melhores pratos: das carnes maturadas a seco por até sessenta dias, ou dry aged, como são mais conhecidas, destacam-se o t-bone steak e o prime rib (cada 100 gramas custam entre R$ 20 e R$ 30, sendo que o mínimo são 500 gramas). Para acompanhar, farofa de bacon com cebola (R$ 12) e farofa de banana da terra com coentro (R$ 12), entre outras opções.

Os pratos novos que mais chamam a atenção são o arroz de pato defumado com emulsão de pimentão (R$ 68) e o prime de porco com couve-flor assada, cenourinha na manteiga e molho de beurre blanc (R$ 69).

Para quem não é tão fã de carnes há opções como fettuccine a cacio e pepe com raspas de limão (R$ 46) e hambúrguer dry aged com queijo prato, aïoli, tomate, alface americana, cebola roxa e picles de pepino (R$ 42).

O que beber: um dos vinhos mais em conta é o italiano La Serra Rosso (R$ 87) e o português Cova do Frade Reserva (R$ 71), ambos tintos.

Sobremesa que vale as calorias: vá no mousse de iogurte com cumaru, sopa de frutas vermelhas, merengue e farofa de pain D´Epice (R$ 26).

Para pagar menos: pule o couvert e faça as contas na hora de pedir os corte dry aged para não tomar um susto com a conta.

Onde fica: Praça São Marcos, 825, Alto de Pinheiros, São Paulo.

Horário de funcionamento: terça a sexta 12h/15h e 19h/23h; sábado 12h/17h e 19h/0h; domingo 12h/17h.

Site e telefone: facebook.com/corgastronomia (11) 3726-2908 e 3021-2399.

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!