Bolinho de mac and cheese: uma das razões (talvez a principal) para conhecer já o Terço, recém-aberto na Vila Nova Conceição

 

 

 Por que ir:  bar ou restaurante? Na dúvida, o novo Terço, na Vila Nova Conceição, em São Paulo, se apresenta como as duas coisas. Ou melhor, como um restobar.

 

Criado por três chefs, Luiza Hoffmann, Luiz Moraes e Sayuri Tsuji, que se revezam na cozinha, o Terço oferece drinks bem executados, uma decoração estilosa composta por paredes de cimento queimado e iluminação escurinha (o imóvel abrigava antes uma escola de balé) e um clima quase de balada.

 

E tem ainda os petiscos fenomenais, a exemplo do bolinho de mac and cheese (leia adiante), que vai te deixar frustrado toda vez que provar um novo bolinho de arroz ou de risoto. Pode apostar.

 

Mas tem também os pratos principais, que superam os de vários restaurantes badalados. Para encurtar, um lugar difícil de não agradar. 

 

 

 

 

 ideal para:  primeiro encontro - casais - grupos de amigos - comemorar aniversário - ouvir música ao vivo

 

 

 

 Leia também:

 

 Câmara Fria aposta em chopps da Wäls, pizza da Brás e coxinha do Original 

 

 Cinco razões para gastar no bar Frank sem culpa 

 

 Rooftop Seen é o bar com a melhor vista de SP? 

 

 

 Dica:  às terças, o mezanino do restobar é ocupado por bandas que entoam clássicos do jazz num volume que não atrapalha a conversa.

 

Fotos: Sandro Rodrigues/divulgação

 Melhores entradas:  calma que nossa lista de preferidos é grande. Tem o imperdível bolinho de mac and cheese com ketchup à parte (R$ 26), os dadinhos de queijo da canastra com compota de jabuticaba e alecrim (R$ 28), o ceviche de lichia (R$ 28) e os meatballs com molho de tomate rústico e parmesão gratinado (R$ 36).

 

 Melhores pratos:  adoramos a costela assada no forno a lenha com gratin de mandioca na manteiga de garrafa, agrião e farofa de focaccia (R$ 80) e o atum em crosta de linhaça com purê de banana da terra, cebola caramelizada e crocante de parma (R$ 78).

 

 O que beber:  o drink charrito, feito com tequila Patron Silver, purê de lichia, mix cítrico, sal negro e açúcar de coco (R$ 38), é indicado até (ou principalmente) para quem não gosta de tequila, já que o sabor do destilado mal se nota. O ótimo django livre combina bourbon Woodford Reserve, Fernet Branca e redução de amêndoas com sementes de cardamomo (R$ 35).

 

 Sobremesas que valem as calorias:  assado no forno a lenha, o brownie de chocolate belga e amêndoas chega à mesa com sorvete de manga com maracujá. Vale a espera. 

 

 Para pagar menos:  no almoço é possível se servir num bufê de saladas por R$ 38 e pedir um grelhado por R$ 16 (escalope de mignon, peixe do dia ou filé de frango) e uma das oito guarnições como o risoto do dia (R$ 12). Para quem não opta pelo bufê de saladas, os grelhados custam R$ 18 e os acompanhamentos ficam uns R$ 2 mais caros.

 

 

 Onde fica:  Rua Baltazar da Veiga, 246, Vila Nova Conceição, São Paulo.

 

 Horário de funcionamento:  terça a sexta 12h/15h e 19h/0h; sábado 12h/1h; domingo 13h/22h.

 

 Site e telefone:  facebook.com/tercobar (11) 3562-2192.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!