Comida italiana com sotaque da roça: os sabores do despojado Grecco Bar e Cucina, mais uma novidade em Pinheiros

October 2, 2018

 

 Por que ir:  o roça do título não é forçação de barra. É de seu sítio em Piracaia que o chef Felipe Grecco traz boa parte dos ingredientes de seu novo empreendimento, o Grecco Bar e Cucina. É o caso dos legumes e verduras, todos orgânicos, e dos embutidos, produzidos com porcos crescidos da Fazenda Atalaia.

 

Aberto em parceria com o sommelier Rafael Goulart, o novo restaurante situa-se num trecho de Pinheiros pouco explorado, o quadrilátero formado pelas avenidas Rebouças, Faria Lima, Pedroso de Morais e a Rua dos Pinheiros.

 

Despojado, tem balcão de tijolos, disponibilizados com a demolição de algumas paredes, e luminárias feitas com garrafas de vinho. Um ótimo pano de fundo para provar as receitas italianas despretensiosas listadas no cardápio.

 

 Ideal para:  bater papo com um amigo - levar os pais - levar amigo gringo - grupos de amigos - beber vinho

 

 Leia também:

 

 Claude Troisgros abre o despojado Le Blond, no Leblon 

 

 Ânima, no Itaim, o inspirado novo restaurante do grupo do Cór 

 

 Sandoui, no Jardim Paulista, lança novos sanduíches 


 

 

 Dica:  prefira ir no jantar, quando o estabelecimento ganha um clima mais intimista, e confira os produtos à venda no mini-empório à entrada, como os queijos artesanais da Fazenda Atalaia, as azeitonas da Sicília e os arrozes da família Ruzene. 

Fotos: Lucas Terribili/divulgação

 Melhores entradas:  para conhecer os embutidos produzidos artesanalmente no sítio do chef prove a tábua da casa, que reúne copa curada com especiarias e barriga defumada com galhos de árvores frutíferas, entre outros itens (R$ 49).

 

Variação do steak tartare, o batuto di pato caipira é feito com o peito da ave picado na ponta da faca e temperado com picles e alcaparras (R$ 47). Acompanha chips de batata e uma gema crua. As croquetas de porco custam R$ 39.

 

 Melhores pratos:  é difícil resistir ao carbonara, feito com ovo caipira e um embutido produzido na casa (R$ 55), ou ao polpetone escoltado pelo nhoque com ricota fresca, tomates e rúcula (R$ 52).

 

Entre as carnes chamam atenção a costela bovina, assada por oito horas e servida com abóbora caramelada e mini alface orgânica (R$ 62), e a coxa e sobrecoxa de pato acompanhados de purê rústico de batata, que leva queijo tulha, gema caipira, e do molho da ave (R$ 68).

 

 O que beber:  elaborada pelo Rafael Goulart, sócio e sommelier, a carta de vinhos lista opções que custam entre R$ 80 e R$ 280, com espaço para os biodinâmicos e naturais. Os vinhos em taça começam em R$ 22.

 

Quem prefere drinks encontra boas opções como o fratelli, que leva Carpano Clássico, Punt&Mes, Fernet, azeitona siciliana, água com gás e espumante (R$ 31), e o vovó metralha, que junta vodka, licor de amêndoas, limão cravo, gengibre e clara (R$ 30)
 

 Sobremesas que valem as calorias:  recomendamos a torta caprese de chocolate com creme de amêndoas e ganache de cacau (R$ 29) e o mil folhas de churros com doce de leite, banana caramelada e creme de baunilha (R$ 29).

 

 Para pagar menos:  servido de terça a sexta, no almoço, o executivo inclui entrada, prato principal e sobremesa (R$ 49).

 Onde fica:  Rua Henrique Monteiro, 47, Pinheiros, São Paulo.

 

 Horário de funcionamento:  terça a sexta 12h/15h e 20h/0h; sábado 12h/17h e 20h/0h; domingo 12h/17h.

 

 Site e telefone:  facebook.com/greccobarecucina (11) 2369-5440.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!