Mahau, no Itaim: para quem procura uma happy hour animada que se transforma em balada

May 29, 2018

 

 Por que ir:  perto da Avenida Faria Lima, num dos quadriláteros mais corporativos do Itaim, o Mahau é um porto seguro para o momento de afrouxar a gravata e aproveitar a happy hour enquanto o trânsito não dá trégua. O deck de madeira, equipado com um belo bar central e animado por um DJ, é o espaço ideal para isso. Para quem precisa voltar logo para casa convém avisar que isso não é exatamente fácil. A área interna, que antes abrigava a Disco, lá pelas tantas ganha um sedutor clima de balada. Em outras palavras, magnetiza um porção de gente bem produzida e sem pressa para ir embora.

 

As comandas individuais tornam o Mahau atrativo para comemorar aniversários.

 

 Ideal para:  grupos de amigos - casais - bater papo com um amigo - primeiro encontro - conhecer gente nova - comemorar aniversário

 

 Leia também:

 

 Axado Bar, na Vila Madalena, lembra os melhores de Lisboa 

 

 12 hambúrgueres e 40 torneiras de chope artesanal: por que visitar o SPTH, na Vila Madalena 

 

 Seis cocktails com pisco para voltar ao Suri, em Pinheiros 

 

 

 Dica:  a casa promove vez ou outra uma noite animada de karaokê com banda ao vivo.   

Fotos: divulgação

 Melhores petiscos:  para dividir, peça o bolinho de polenta com queijo canastra (R$ 23) ou um dos sanduíches, que podem vir cortados. O com tiras de carne, queijo canastra, rúcula e azeitonas pretas na baguete custa R$ 25; o vegetariano, com lâminas de abobrinha, gorgonzola e rúcula, R$ 29.

 

 Melhores pratos:  aprovamos a cumbuca de ragu de lombo suíno com purê de cará mais molho cítrico e farofinha (R$ 31) e o carré de leitão à milanesa (R$ 43).

 

 O que beber:  os drinks foram criados pelo bartender Jean Ponce, do Guarita. Nossos preferidos são o haka, que une gin, mel de apis, Angostura, notas cítricas e uma pitada de sal negro (R$ 28), e o impronunciável te rauparaha haka, feito com blended de rum, calda de pipoca, mix de maracujá com cítricos e Angostura (R$ 30).

 

A caipiroska de abacaxi tostado com calda de Mate e rapadura (R$ 27) também vale o investimento assim como o moscow mule da casa, feito com vodka infusionada de capim santo (R$ 29).

 

O chope Heineken custa R$ 8,90.

 

 Sobremesas que valem as calorias:  não é o ambiente para isso. 

 

 Para pagar menos:  volte no almoço, servido no esquema de bufê, das 11h30 às 15h.

 Onde fica:  Rua Professor Atílio Innocenti, 160, Itaim, São Paulo.

 

 Horário de funcionamento:  segunda 11h30/15h; terça e quarta 11h30/15h e 17h/1h30; quinta e sexta 11h30/15h e 17h/3h; sábado 16h/3h; domingo 16h/0h.

 

 Site e telefone:  facebook.com/mahaurestaurentebar (11) 3078-3066.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!