Por que o taproom da Trilha, que ocupa uma área minúscula e não serve nem um amendoim, é um dos endereços mais legais para tomar cerveja em Perdizes

February 14, 2018

 

 

 Por que ir:  a Trilha surgiu no final de 2016 como uma marca de cerveja cigana, aquela que aluga as instalações de outras cervejarias para produzir os próprios chopes. Em agosto do ano seguinte, porém, ela fixou residência numa antiga oficina mecânica em Perdizes, a poucas quadras do Allianz Parque e a poucos passos da Avenida Sumaré.

 

Com capacidade para produzir 3 mil litros de chope por mês, o endereço montou um taproom na parte da frente com direito a doze torneiras. Minúsculo, o estabelecimento dispõe de umas poucas cadeiras de praia e um banco de cimento para acomodar a clientela. Essa precisa ir até o balcão para fazer os pedidos e acertar a conta. Cozinha não há e nem um amendoim para forrar o estômago. A bem da verdade, o bar vende batata chips e uns chocolates. Como não basta, o jeito é recorrer a um delivery ou aos food trucks que costumam estacionar na porta da casa em alguns dias e horários.

 

Contratempos demais? Não para a fiel clientela da Trilha, que a elegeu como um dos melhores endereços para tomar cerveja em Perdizes. Cerveja artesanal, convém lembrar. A especialidade da marca, aliás, são chopes bem cítricos, aromáticos e um tanto ácidos.


 Ideal para:  bater papo com um amigo - grupos de amigos - levar amigo gringo - conhecer gente nova

 

 Leia também:

 

 A razão da fama e as novidades do brunch do Bagatelle, em SP 

 

 Fôrno, no centro de SP: pizza, sanduíche de pastrami e clima underground 

 

 Os novos drinks do Esther Rooftop, do Olivier Anquier, no centro de SP 

 

 

 Dica:  quer levar um dos chopes para casa? Eles podem ser acondicionados num crowler, uma lata com capacidade para 1 litro que é fechada na hora. Dependendo do recheio, custa de R$ 45 a R$ 85.

Fotos: divulgação

 Para comer:  para forrar o estômago o jeito é ligar para um delivery, com o aval dos garçons (há folhetos afixados num painel), ou recorrer aos food truck que às vezes estacionam na frente da casa. 

 

 O que beber:  os chopes engatados são indicados numa lousa de giz e costumam custar entre R$ 16, o copo de 225 mililitros, a R$ 22, o de 310 mililitros.

 

Uma das pedidas mais levinhas e refrescantes é a ComFusão, uma west cost juicy IPA. A Mamangava é uma wild sour com maracujá, bem ácida e refrescante. Feita em parceria com a cervejaria fluminense Oceânica, a Elixir vem a ser uma intrigante APA com frutas vermelhas. Para fãs de sabores mais fortes, as dicas são a stout Cafezin e a La Saison est Pêssego, uma saison feita com a fruta e armazenada em barril de carvalho francês.

 

 Para pagar menos:  a única dica é não passar do segundo ou terceiro copo. Se servir de consolo, a água filtrada é cortesia.

 Onde fica:  Rua Apinajés, 137, Perdizes, São Paulo.

 

 Horário de funcionamento:  terça a sexta 17h/23h; sábado 12h/23h; domingo 12h/22h.

 

 Site e telefone:  facebook.com/trilhacervejaria (11) 4329-0193.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 All rights reserved

  • Black Facebook Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Instagram Icon

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS E FIQUE A PAR DE TUDO MAIS FACILMENTE!